My Photo
Name:
Location: Porto, Portugal

Quando morrer, talvez tenha uma ideia formada sobre mim, se o destino me der esse luxo.

Monday, May 08, 2006

Solidão



Solidão

A Solidão é um estado de alma
Não adianta quantas pessoas nos rodeiam
Porque só uma verdadeiramente nos interessa
Só a escolhida tem a panaceia para os nossos males.

A tristeza e a infelicidade pairam nos espíritos
Contagiam e destroem tudo o que os rodeia
Trazem as trevas, o deserto e a penumbra
Sem misericórdia por aqueles que se lhe atravessam.

Buscam incessantemente a dúvida
Procuram e realçam o ciúme e a inveja
Carregando consigo a insegurança
E prendendo o presente ao âmago do passado.

A Solidão não quer amigos nem comiseração
Apenas a solução para fugir de si própria
A solidão é egoísta e destruidora
De todos aqueles que tentam ajudar em vão.

O destino é queimar a consciência
È a letargia que tudo anestesia
È a amnésia que tudo esquece
È a morte que tudo acaba.

O futuro em nada interessa
A felicidade corrói e espeta
Tudo o que se vê aborrece
Onde quer que se esteja está-se sempre longe.

O seu destino é uma campa marcada
A sua face a todos repele
E por mais vestes com que se adorne
Jamais escapará ao estigma e repulsa social.

A amargura não tem limites.
È como uma dor que cresce dia após dia
É sentimento que transforma a vida
Num rosário infindável de tédio e desnorte.

Os dias sucedem-se
Nada confere alegria ou gosto pela vida
Nada dá gozo ou prazer
Só apetece acabar com o sofrimento.

Os dias passam a ser números soltos no calendário
Que se riscam sem glória ou distinções
As pessoas são estranhas caras e feições
Que em nada ajudam porque nada nos entendem.

E surge a indomável vontadede por um fim a tudo
Mesclado com a falta de coragem para desaparecer
Para extinguir a triste e dolorosa consciência
De que ainda faltam anos de solidão para viver.

Eugénio Rodrigues
(foto de Ana Borges in fotografia na net)

2 Comments:

Blogger redonda said...

Seria melhor ter lido este primeiro e ter lido depois o outro que vem a seguir, por ter esperança. Parece que sinto aquilo que escreveste.

10:56 PM  
Blogger Pierrot said...

Por acaso, não está mal pensado não, se bem que não existe ordem cronológica nos post...saiem e pronto...
Até porque uns estão escritos faz tempo.
Bjos daqui
Eugénio

10:51 AM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home