My Photo
Name:
Location: Porto, Portugal

Quando morrer, talvez tenha uma ideia formada sobre mim, se o destino me der esse luxo.

Wednesday, January 09, 2008

Ao sabor da pena




Sem título


Hoje escrevo ao sabor da pena...

Porquê, não sei, porque simplesmente me apetece!

Porque o cheiro do incenso não me esquece...

Porque o sorriso é imagem que não desfalece.


Hoje escrevo palavras sem nexo,

Frases de acordes emudecidos e trocados,

Com cores transparentes e invisiveis aos olhos tristes,

Porque a vida não são baladas nem fados.


Rais parta este tempo que não passa perdido.

Este mundo que não sai da sua órbita rectilínea,

Estes dias que sempre acabam à noite,

Estas noites que sempre terminam num sonho desfalecido.


Escrevo assim porque não quero pensar.

Porque pensar representa sentir o que não esquecemos,

E o Sentir a imaginação que nos corre veloz pelas veias,

E a imaginação o alimento do sonho que nos corroi.


Sabem que mais, vou cerrar as pálpebras.

Vou fazer de conta que não existo

Ficar quieto à espera que alguém me ensine a respirar

Para, enfim, quem sabe, continuar a esperar.


Eugénio Rodrigues, Janeiro 2007

Sugestão musical "30 seconds from Mars - Yesterday"


Foto de Rosalina Afonso (noite de poesia no Pucaros - Porto)

20 Comments:

Blogger Arco-íris said...

"Estes dias que sempre acabam à noite...Estas noites que sempre terminam num sonho desfalecido."

Quando esperamos por algo e passa um dia e outro e mais outro e nada acontece,chegamos smp ao fim do dia com a sensação que algo se perdeu,algo ficou por fazer...mas como a esperança é nossa maior aliada nesta horas confiamos nela...tens que acordar e não deixar o sonho desfalecer...são eles que nos fazem sorrir manter vivos...Beijinhos...muitos e daqui...Obrigado pelo carinho Ge

8:42 PM  
Blogger missixty said...

Não desgostei da foto, mas já vi melhores da mesma autora!
Quanto ao texto,não podemos pôr a fé do Mundo, numa paixão! Ela será sempre apenas mais um elo. A única coisa que importa é mesmo viver!

8:51 PM  
Blogger Som do Silêncio said...

Como sempre, gosto de vir aqui, ficar por aqui...

Bjs

11:08 AM  
Blogger Fa menor said...

"Porque pensar representa sentir o que não esquecemos,

E o Sentir a imaginação que nos corre veloz pelas veias,

E a imaginação o alimento do sonho que nos corroi."

Tens toda a razão!
Então há que ocupar a mente com algo que que não alimente "o sonho que corrói"!

Carpe diem!

Bjinhos

Fa-

3:29 PM  
Blogger Cinza said...

Bichinhos-de-conta que nos fazemos de conta pra nos sobreviver...

7:32 PM  
Blogger Pipocas said...

.. Gosto de vir por cá.. de ler o que escreves.. Continua! ;) Um beijo grande e parabéns pelo belíssimo exemplo! **

11:00 AM  
Blogger Su@vissima said...

Que bom voltar a ler-te por aqui :)

E conta a conta...
Uma a uma...
Faz-se noite e depois dia
(Ai que quase do sonho me esquecia)
Não posso! lembras porque?
Porque quem dele se esquece
Quem lhe perde a melodia
Quem cerra o olhar à magia...
E em dia sem sonho adormece
Desespera em noite sem dia!

(No quarto de um outro leito
Entre paredes de sonho feito
Alguém se perde entre ti a noite)

Beijo daqui.

6:49 PM  
Blogger Viola De Lesseps said...

Nem preciso dizer nada...és unico...é sempre bom chegar e ficar a deliciar as tuas palavras!

Bjs

1:51 PM  
Blogger Cusco said...

Olá!
Obrigado por todas as visitas que ao longo da existência deste blog me fizeram.
Se quiserem passem pela minha casota.
Vou apresentar-vos o meu dono.
Obrigado!

11:37 AM  
Blogger su said...

E as noites que se apaam sempre com o dia...e voltas para o dia com o sol no lugar do coração, porque não?! Porque como diz a velha máxima de um antigo filme qualquer (que não é qualquer um!) amanhã é sempre outro dia...e o sentido pode existir e muito...

Saudades de te ler! Volta mais vezes...escreves tão bem...

Um beijo saudoso aqui da Teia.

12:21 PM  
Blogger su said...

Ali em cima queria dizer "que se apagam..."!

12:22 PM  
Blogger belakbrilha said...

Quantas vezes nos sentimos assim?
Quantas vezes queremos parar, fazer blok, para não sentir...
...mas tudo volta!

bjs

3:26 PM  
Blogger cruelenelcartel said...

A que é que sabem as penas?

1:15 AM  
Blogger Vera said...

Escreves porque tens alma de poeta... E ninguém melhor que a poesia para te ensinar a respirar! E os Amigos!

Beijo grande

1:34 AM  
Blogger NARNIA said...

LINDO PIERROT
Que bom estares de volta

Deixo um sorriso enorme :)))

5:49 PM  
Blogger Marta said...

Há sempre sonhos, há sempre desejos e volta-se sempre a respirar....
Sempre bom fechar os olhos e ficar quieto...
Obrigada pela visita - bom ter-te por lá...
Beijos e abraços
Marta

6:39 PM  
Blogger Kalinka said...

Adoro que os momentos sejam sentidos...
Adoro ver os olhos brilhantes, como que sorrindo...
Adoro ver os amor nas lágrimas...
Porque a vida não são baladas nem fados.

Eugénio, anda tão «ausente»!!!
Um abraço.

8:35 PM  
Blogger pin gente said...

apetece-me que um sonho mergulhe dentro dos meus dias
se misture com o tempo que tenho em minha mão
se os meus olhos estão tão tristes como os teus
e todas as minhas noites são mais longas que os meus dias
eu queria ensinar-te a respirar mas sei que não
não o posso fazer pois não me sinto deus


mas posso deixar um beijinho (just in case)
luísa

11:26 AM  
Blogger Luana said...

e a imaginação alimenta-se do sonho e basta-se...

um beijo doce

12:13 AM  
Blogger Sumaya said...

Meu Deus até sem saber o que falar falas tudo!Acalma teu coração que ela ja vem... ;)
Seu blog tem um ar de lugar comum, é como estar em casa.Um sorriso pra vc.

2:53 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home