My Photo
Name:
Location: Porto, Portugal

Quando morrer, talvez tenha uma ideia formada sobre mim, se o destino me der esse luxo.

Monday, September 07, 2009

Em que é que eu posso acreditar?




Em que é que eu posso acreditar?


Em que é que posso acreditar
Se tudo me parece tão simples
Tudo me parece tão frio
São cores que gelam tudo o que eu tenho
Tudo o que eu espero
Tudo o que eu desejo.
O maior calafrio não é o que me corre nas mãos
Mas o que se aloja na alma
É aquele que não consigo tocar mas apenas sentir.


Em que é que eu posso acreditar
Se ensurdeci aos que os outros me dizem?
Todos não passam de corvos errantes
Cujo grasnar se confunde com o rir de mim.

Em que é que eu posso acreditar
Se de bom nada consigo sentir?
As intuições foram-se como o vento
Os prémios já não interessam
Apodrecem no pó das prateleiras
Nas memórias que jazem sem valor.


Em que é que eu posso acreditar
Se já nem me lembro da 1ª vez que disse “amo-te”
Ou da última vez que gritei “eu vivo”?


Como se acredita quando tudo o que se quer é desistir?
Como se acredita quando já não se “cresce”?
Como acreditar se os meus pés são o meu horizonte
E se as minhas passadas são a única coisa que nunca falha?
São o único pedaço do tempo que nunca volta atrás?
São palavras, sonhos e lágrimas que saltam do papel
Como pássaros que rasgam os céus azuis
Como o último asgar de um moribundo que desejaa morrer.


Quem sabe se acreditar não é querer respirar debaixo de água
Não é querer encher os pulmões em Marte
Não é deixar de ouvir as vozes mais sensatas
Não é pensar que posso isolar um rosto
Num singelo frame para o resto do meu tempo.


Quem sabe se acreditar não é resistir à descrença
Não é ter uma canção favorita que mais ninguém goste
Não é lutar para que os poemas ganhem vida
Não é descobrir que afinal há flores que nunca morrem.


Eugénio Rodrigues

Foto de origem desconhecida

Sugestão musical Boss AC e Mariza - Alguém me ouviu

12 Comments:

Blogger stamina said...

boa musica...

acreditar não é uma equação matemática... em q encontramos sempre o resultado.

não é preciso acreditar em nada.. é preciso sentir a vida.. em cada infimo pormenor.

:)

cheer up, breathe... :)

With every waking breath I breathe
I see what life has dealt to me
With every sadness I deny
I feel a chance inside me die

Give me a taste of something new
To touch to hold to pull me through
Send me a guiding light that shines
Across this darkened life of mine

Breathe some soul in me
Breathe your gift of love to me
Breathe life to lay 'fore me
Breathe to make me breathe

For every man who built a home
A paper promise for his own
He fights against an open flow
Of lies and failures, we all know

To those who have and who have not
How can you live with what you've got?
Give me a touch of something sure
I could be happy evermore

Breathe some soul in me
Breathe your gift of love to me
Breathe life to lay 'fore me
To see to make me breathe

Breathe your honesty
Breathe your innocence to me
Breathe your word and set me free
Breathe to make me breathe

This life prepares the strangest things
The dreams we dream of what life brings
The highest highs can turn around
To sow love's seeds on stony ground

Breathe

http://www.youtube.com/watch?v=USFr5VeLQ2o

8:40 PM  
Blogger Pierrot said...

I will, i will
Beijos daqui
Pierrot

1:03 AM  
Blogger Fa menor said...

Um poema que é um grito, uma explosão interior.

Mas há sempre em que acreditar.
A ultima estrofe é uma possível resposta: a explosão interior que se transforma em vida... para ser vivida, acreditando que é possível ultrapassar as pedras do caminho.

Bjinhos

10:54 AM  
Blogger Nuno G. said...

passo por cá de vez em quando... é muito bom ler-te!

(www.minha-gaveta.blogspot.com)

6:09 AM  
Blogger Sol da meia noite said...

Meu amigo, deixar de acreditar é fechar portas, é sitiarmo-nos, é desistir.
Mas acredita que existe em nós o poder de inventar o acreditar... de pintar de dourado a escuridão, de trilhar caminhos de estrelas...
Temos que acreditar que do mais amargo limão, pode resultar uma doce limonada.

Beijos com amizade * *

1:35 PM  
Blogger Carla said...

acreditar é provavelmente tudo o que o último verso do teu poema diz...o difícil é conseguir isso. No entanto, quero acreditar que isso é possível, apesar de tudo, apesar de todos
beijo

8:21 AM  
Blogger tulipa said...

CONVITE:
Estive 5 dias isolada do mundo, num encontro espiritual comigo mesma, num monte alentejano e, por isso tenho que muito rapidamente divulgar a minha próxima exposição de fotografia.

Desta vez será no “Norte” a pedido de várias pessoas, em Fevereiro passado, quando foi a minha 1ª exposição individual aqui próximo de Lisboa, na margem sul.
Como gosto de desafios, houve “alguém” que me desafiou e disse que colaborava, nem pensei 2 vezes e decidi tratar do assunto em Abril passado.

Chegou Setembro e será a minha rentrée cultural.
Fica o convite para quem vive perto e noutros casos, em que a distância impossibilita a presença de tantos bloggers, fica a participação do evento.

Venho reforçar que teria todo o gosto em que estivesses presente na minha rentrée.
Será muito próximo do Porto, em S. Mamede de Infesta.

Acabei de fazer a divulgação no meu blog.

Abraços, TULIPA

5:36 PM  
Blogger tulipa said...

Há algum tempo que andamos por caminhos desencontrados;
HOJE vim encontrá-lo novamente e como descobri que vive no Porto vim fazer-lhe um CONVITE e gostaria que fosse aceite.

Caso compareça faça-se anunciar pois gostaria de o conhecer pessoalmente.

Beijos.

5:37 PM  
Blogger Daniel said...

Muito legal sua postagem, mas um tanto triste e descrente né?!

Nada contra, todos temos nossos momentos de questionamentos sobre tudo o que vivenciamos.

abs

12:14 AM  
Blogger ▒▓█► JOTA ® said...

ººº
.....oooO.............
....(....)....Oooo....
.....)../. ...(....)..
.....(_/.......)../...
.............. (_/....
... PASSEI POR .......
.......... AQUI ......
......................


► p'ra desejar bom f-d-s

NOTA: O link do " INCONGRUÊNCIAS " foi alterado.

Se tás com paciência, altera tb o link nos teus favoritos para acompanhar os ultimos post's

Essa é a nova morada:
http://hard-jota.blogspot.com/


Abraço!!

--
► Jota Ene ๏̯͡๏

10:38 PM  
Blogger Pedro Gamboa said...

Conheço bem flores que nunca morrem... Também conheço bem em quem não posso acreditar...

Um forte abraço

12:43 AM  
Blogger Aroma de Uma Vida said...

podes acreditar em ti mesmo! ;)
beijoca *** Pipoca

3:50 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home