My Photo
Name:
Location: Porto, Portugal

Quando morrer, talvez tenha uma ideia formada sobre mim, se o destino me der esse luxo.

Monday, January 19, 2009

Sonhar vivendo



Sonhar vivendo


Um incenso de baunilha liberta um fumo branco e espesso
Transporta-me nas ideias enquanto me imagino a dançar
Como que levitado do sofá onde me encontro a relaxar
Espero por ti, ao som daquela nossa música especial
Imagino as letras ganharem forma no meio das tuas fotos espalhadas.


Neste fim de tarde, entram pela janela as luzes da noite
O amarelo fosco e enfraquecido dos lampiões da cidade
Entrelaçado pelo arco íris dos néons da publicidade
Dão um reflexo inebriante por entre as gotas do vidro embaciado
Com o dedo em riste e suspenso no ar, desenho o teu nome como um pecado.


Busco nos meus ficheiros mentais, como foi da última vez
A chama da lareira reluz nos meus olhos de quem sonha que vive
Lembro-me do que não me posso esquecer pois nunca te tive
E neste ambiente opaco do inconsciente que me empalidece a tez
Tapas-me os olhos com as mãos enquanto me beijas o rosto.


Não te senti chegar, talvez fosse do vinho tinto ou do cansaço
Mas o teu perfume está aqui no meio das minhas coisas e do meu espaço
Embrenhado nas folhas onde comecei a escrevinhar linhas tortas
O teu beijo arrepia-me e anula-me deixando-me entregue a um regaço
Esmagas-me, os teus dedos percorrem-me o peito como veludo de aço.


Agarrei-te meio perdido no rebolar suave pelo tapete.
De pernas entrelaçadas e despidas das vestes frias e húmidas.
A tua pele macia preenche-me os sonhos e os devaneios.
A roupa jaz perdida algures pela sala tal como o tempo
Tudo parou excepto os nossos corpos por entre a luz trepidante.


(...)


As mãos abrem-se lentamente enquanto a alma fumega
A tensão da carne dá lugar ao respirar pausado que se despega
Tudo vai parando de girar, e os pés frios regressando ao chão
E o que tens tu no final do dia para poder levar contigo?
A tua memória, as tuas palavras, o teu tesouro é o teu rosto são.


Reparas que à tua volta tudo permanece imutável.
Os mesmos cegos continuam à janela com a mesma Dor para lá dos olhos
O que tens tu no final do dia, senão uma garrafa de tinto
Uma lareira acesa e uns quantos esquissos espalhados como a vida.
Afinal estás só, mergulhado num sonho repleto de fotografias.


Vives a sonhar ou sonhas a viver...


Eugénio Rodrigues, Janeiro 2009
Foto de Rosalina Afonso

Sugestão Musical: The Script - The Man who can't be moved

30 Comments:

Blogger pecado original said...

Há quem viva a sonhar e quem sonhe em viver. No equilibrio encontramos a alma e a recordação. Não pares, independentemente do sonhes ou vivas.
um beijo

12:31 PM  
Blogger Sol da meia noite said...

E assim, quantas e quantas vezes, se vai levando a vida...
A vida que é sonho... que tão depressa é o tudo como de repente é o que sobra do tudo... pouco mais que o nada do que somos e do que nos invade.

Um belo texto.


Beijinho *

4:27 PM  
Blogger Eu sei que vou te amar said...

Meu lindo Pierrot! Bravo!! Mil vezes bravo...sonhar vivendo tal um filme onde as palavras dao forma a gestos pertinentes numa tarde chuvosa...fico inebriada a sentir a mesma emocao neste "querer"!
Um beijo de agradecimento belo maravilhoso post

4:29 PM  
Blogger Lúcia Machado said...

Adorei este momento mágico :)

Obrigada pelo elogio e pela visita

Voltarei mais vezes :)

5:48 PM  
Blogger Arabica said...

O que tens tu senão o sonho e a capacidade de o realizar?



Limpa-se a casa, limpam-se os olhos, limpa-se a alma e...


temos a vida.

8:40 PM  
Blogger Doce Veneno said...

E que poderei eu dizer? Que adorei todas as palavras que aqui li. Estou apaixonada por este teu espaço.

Muitos parabéns pela magnífica escrita.

Um beijo

12:00 PM  
Blogger Carla said...

encontrar o equilíbrio perfeito entre o sonho e a realidade não é tarefa fácil...mas com a dádiva das tuas palavras será possível dar às fotos o sonho que a vida precisa
beijos

1:32 PM  
Blogger Aninha's said...

Este poema tem uma mensagem tão incrivel, realmente adorei. O sonho e a vida de mãos dadas só assim vale a pena.
A foto fantástica :D
beijinhos

8:01 PM  
Blogger vida de vidro said...

Vivemos entre o sonho e a realidade. E o importante é tentar realizar o sonho.
Belo poema. **

9:35 PM  
Blogger pin gente said...

a vida é saborosa quando um sonho... e derrete-se na boca quando se realiza (a vida)

já aqui não vinha faz tempo!
um abraço
luísa

11:36 PM  
Blogger stamina said...

tas apaixonado... ahaha..

:)

parabéns

:P

2:20 AM  
Blogger Miguel Barroso said...

Cheio de ritmo. Adorei!
Lucid dreaming.


Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

5:37 PM  
Blogger Fa menor said...

Viver a sonhar ou sonhar a viver... que importa!
Os sonhos comandam a vida!

Belíssimo poema. Como sempre, aliás!

Beijinhos

5:00 PM  
Blogger Cris_do_Brasil® said...

Melhor que viver sonhando é sonhar vivendo...

Adorei a sugestão musical...

Smack

6:28 PM  
Blogger Bandys said...

Ahh,

Mas que seria sem o sonho??
O amor é especial sim, porque é com ele que os sonhos veem,e nos torna especiais.

Beijos de cá,

6:42 PM  
Blogger Ana Rita said...

"
Vem e exaure a tua alma,
Sem cor, sabor e essência,
No sal do suor das minhas vivências.

Deixa que o Tudo nos vincule
Às Negras Águas
Que nos sussurra os fados que aí vêm.
"

:) Beijos *

6:58 PM  
Blogger Apenas eu said...

Se não o lesse aqui, se Tu me fosses conhecido, iria ousar e dizer-te poderiam ser para mim estas palavras?

Resta-me a garrafa do vinho tinto, bom, encorpado, suave que me aquece a alma, me adormece os sentidos e a lareira onde eu parada fico a olhar os tons quentes que se espalham pela sala, perdida nos pensamentos e a dizer para mim, como seria tudo diferente se estivesses aqui...
não estás mas é como se estivesses, és uma presença que até nas ausências me habita.

Amei este poema.

:)

10:54 PM  
Blogger Som do Silêncio said...

:)
Já tinha saudades de te ler...assim!

Bjs,
Som

6:30 PM  
Blogger belakbrilha said...

Foi um sonho???

Ou algo que se viveu...parecendo um sonho??? ;)

Espero que esta última seja a verdadeira e que sonhes assim muito mais vezes!

:))

5:09 PM  
Blogger Chinha said...

Sonhar vivendo é bom pois enche a alma de poesia num preencher das lacunas que a vida nos oferece.
Viver a sonhar....Porque não?

A final tudo o que existe é mesmo o sonho.

Belissimo este texto com um poder descritivo fantástico.

Boa semana para ti e não esqueças de levar sempre o sonho em teu coração.

bjinhos

2:25 AM  
Blogger Ana Rita said...

Gostei do título e da música e tudo o resto é tão intenso que não tenho palavras...
Um beijo

5:08 PM  
Blogger Mαğΐα said...

Felizes os que sonham de dia de olhos abertos.
Muito mais felizes que aqueles que sonham só de noitede olhos fechados!

2:34 PM  
Blogger Lúcia Machado said...

Bigada :)

6:31 PM  
Blogger Marta said...

Na realidade, evitamos esse momento em que acaba o movimento, o ritmo e nos deparamos com uma solidão atroz...
Bonito texto...
Há quanto tempo..
Abraços
Marta

9:53 PM  
Blogger Eudemim said...

Lindo o deslizar pelas palavras !

Baunilha é um dos aromas que escolho para me deixar ir...e ser apenas.

Bjs daqui

1:23 PM  
Blogger Bill Stein Husenbar said...

Sonhar assim é viver.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

10:38 AM  
Blogger Felinea said...

"Tudo parou excepto os nossos corpos por entre a luz trepidante."


isso fez minha alma levitar!

:)

saudade daqui.

beijos da gata.

3:03 PM  
Blogger Ana Rita said...

"Minha alma levanta-se em fúria,
Espalhando a luz,
Através das suas asas,
Contaminando o mar de lágrimas que te banha,
Com os sorrisos que um dia foram elixir,
Mas que agora servem de consolo.

Há muita coisa para aprender
E ninguém contra quem certar…

Não sei matar fantasmas, mas sei dar-lhes vida!"

Deixo aqui um pedaço...

Beijo*

5:07 PM  
Blogger Food and Drugs said...

Un blog interesante el tuyo. Bonitas fotos, una poesía que, al, menos en el 80% que entiendo, habla de cosas sencillas pero también profundas.
Saludos

8:42 PM  
Blogger abigale said...

que lindo... deixou-me a pensar..

1:38 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home