My Photo
Name:
Location: Porto, Portugal

Quando morrer, talvez tenha uma ideia formada sobre mim, se o destino me der esse luxo.

Monday, July 07, 2008

Voei





Voei...


Através de um céu aberto e azul,
Cor da alegria que me trazia para depressa chegar,
Queria tanto contar as minhas aventuras,
Desse mundo novo e desconhecido,
De fronteiras estranhas e diferentes,
Que voei dias e dias sem fim,
Apenas para chegar ainda que um minuto antes do que o previsto.


E eis que a ondulação da terra me trouxe de volta,
Com imagens que retive na íris desperta,
Durante este tempo todo que estive longe,
Guardo os sentimentos das gentes,
Relembro as palavras amigas,
Que me acalmavam a saudade sempre presente,
Gravei na minha pele os gestos de solidariedade,
Desse mundo novo que trago comigo,
E que rebenta deste peito pleno de energia.


Já me sinto capaz de desenhar as arvores e as nuvens,
Apenas com a minha imaginação,
Como que fechando os olhos e inspirando fundo,
Dos meus lábios sai a palavra Obrigado,
Obrigado pelas oferendas que trago para aqui,
Obrigado por teres esperado pacientemente,
Ondas e ondas sem fim e sem receio algum,
Que eu me perdesse das minhas memórias,
Que eu me soltasse das amarras de luz,
Que ligam o meu corpo ao meu coração.


Mas estou novamente de abalada
Partindo lembro-me da chegada
Momento em que cerro barricadas
Hora de guardar meu grito mudo
Parto contido e arrepiado pelas memórias antecipadas
Por um futuro em que quero regressar ao passado
Como uma foto que jamais sai do meu abraço.


Eugénio Rodrigues - 2000 e qualquer coisa

Sugestão Musical - Solo Tu Frida - http://br.youtube.com/watch?v=3FzHARwDQDk

Foto de Rosalina Afonso

7 Comments:

Blogger Su@vissima said...

Bem Vindo!!
Deixaste um aroma diferente no "ar" :)
Que os deuses te acompanhem nesta nova viagem, até...Ao teu regresso!

Bonito este poema, decididamente os meus olhos gostam de te ler :)

Beijo daqui.

4:21 PM  
Blogger Fa menor said...

Já tinha saudades...

Bons voos te trazem até cá novamente, com um poema da cor do verão!

beijinhos

11:02 PM  
Blogger stamina said...

18 de abril de 2007

If life is a river and your heart is a boat
And just like a water baby, baby born to float
And if life is a wild wind that blows way on high
And your heart is Amelia dying to fly
Heaven knows no frontiers

4:29 AM  
Anonymous Anonymous said...

Eugénio , não conhecia esta sua faceta...
Poemas lindissimos que encontrei aqui.

Beijinho/ Paula S.

9:53 AM  
Blogger su said...

Saudades de ler-te, de saber de ti, de encontrar e deixar-me encantar com as tuas palavras...com a suavidade marcante das mesmas...
Não voes muito longe de nós...pousa de vez em quando em nós!!

:)))))

Beijos GRANDES e SAUDOSOS!

4:46 PM  
Blogger Viola De Lesseps said...

saudades de ti...

bj

8:07 PM  
Blogger Vieira Calado said...

Dei uma volta pelo blog, que não conhecia.

Gostei do que li.

Abraço

8:57 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home