My Photo
Name:
Location: Porto, Portugal

Quando morrer, talvez tenha uma ideia formada sobre mim, se o destino me der esse luxo.

Tuesday, January 09, 2007

Crónica de Filme Babel





BABEL

Três mundos distantes que giram num só, três civilizações diferentes unidas por um destino, três tempos que correm sozinhos até se encontrarem, tudo mesclado numa arte quase única de criar um filme.

Iñarrito traz-nos à irís três realidades tão distintas entre si, quer porque se tratam de culturas tão dispares, quer porque aborda inúmeros problemas sociais que estão sempre presentes, independentemente de quem os vive.

Num filme sem que se tenha verdadeiramente um principio, meio ou fim, somos “despejados” no meio de uma história que já por si se enreda noutras, com analepses frequentes e passagens de planos absolutamente incríveis.

Um casal americano que passeia em Marrocos à procura de uma felicidade perdida, uma família marroquina que só quer sobreviver, de uma emigrante ilegal que se vê mergulhada num problema que não pode evitar, de uma surda muda que só quer ser “normal”, da ausência materna, da crise conjugal, enfim, tantas coisas que contactamos no dia a dia.
Como que metidos no meio de tudo isto, conseguimos flutuar entre a realidade sociológica do 3.º mundo, dos mexicanos, dos países onde há tudo e daqueles onde nada temos senão a solidariedade humana.

A pena de Iñarrito está bem presente neste filme, que sem ser a sua master piece, tem muito de 21 Gramas na forma de construir o enredo e muito de Amores Perros na forma como vive todos os sentimentos, como sofre e nos faz sofrer, quase angustiados do principio ao fim.
Lindo na cor e soberbo na banda sonora que toca os sabores da América Latina, da África e da Ásia. Deste género, é das melhores bandas sonoras que já escutei, passando para segundo plano actores como Brad Pitt ou Kate Blanchet
Um filme sofrido a não perder.

Eugénio Rodrigues, Janeiro 2007

39 Comments:

Blogger Borboleta said...

:) Não vi o filme..mas estou curiosa para ver...jinhos

2:36 PM  
Blogger MARTA said...

Olá, eu vi o filme e gostei imenso.
Como diz a mexicana ao miúdo "Apenas fiz uma coisa estúpida" e isso, todos nós já fizemos, não é verdade?
Beijos e abraços
Marta

8:50 PM  
Blogger NARNIA said...

Também já vi o filme, considero um dos melhores do ano q passou.
Para quem não viu a tua descriçao está perfeita, fica no ar a vontade de o ver :))

Beijinho

8:58 PM  
Blogger missixty2000 said...

Estava para ir ver esse filme amanha, mas algo surgiu e já nao vou!!Mas sei que é bom, aliás já tem 7 nomeações!

beijos daqui
susana (ehehehe)

9:59 PM  
Blogger aitb said...

:)
Finalmente consegui aceder ao teu espaço.. lol.. e mais uma vez valeu a pena.. Gostaria de ver Babel.. vou tentar. Bom 2007 pa ti!

*

2:30 AM  
Anonymous Secreta said...

Parece ser u~m filme interessante.
Quero ver! :)
Beijito.

8:33 AM  
Blogger melinha said...

parece interessante :)
optima sugestao! ja me deste uma ideia po fds!
bjs

10:45 AM  
Blogger Fúria das Águas said...

Oi menino Eugenio, ha dias nao conseguia acessar tua casa, não sei o que houve, mas hoje consegui.
Pela sua indicação o filme deve ser bom , fui assistir o filme do pinguin Happy Feet, maravilhoso Eugenio, os pinguins mexicanos são demais, acho que um dos mais belos filmes infantis que ja assisti.
Um beijo
Fica bem
Furia

12:07 PM  
Blogger Mina said...

É um filme a ver, sem dúvida. Só outro dia me apercebi que já tinha estreado... ando mesmo distraída :)
Beijoca!

12:20 PM  
Blogger Pierrot said...

É verdade.
Este blog teve com problemas de servidor, não percebi bem porque.
Dizam as "más línguas" que aconteceu a quem não mudou este sistema do EBLOG para Beta.
Vcs já o fizeram?
Bjos daqui
Eugénio

12:24 PM  
Blogger Lady Di Arreia said...

Ainda não vi... mas deve ser fixe vi o 21g...

4:18 PM  
Blogger Isabel said...

Tentarei não perder, o historial de Inarrito fala por si, e tu falaste por ti e eu gostei.
Ainda por cima pelo que descreves penso que é um filme com o qual poderei fazer uma ligação com o meu ultimo post.

Não sou fã do Brad Pitt, mas sou-o dos filmes , das musicas , das histórias sofridas. É filme para mim, por certo.

Obrigada pela tua sugestão e pela tua analise que como sabes meu amigo muito valorizo.

Até breve.

Isabel

6:31 PM  
Blogger sentidos said...

Olá Amigo Pierrot!!

Finalmente posso retomar, as minhas visitas por este mundo. Já não vinha aqui faz tempo, muito tempo. Se, já andava curioso acerca da qualidade e mistério, envolta neste filme, mais curioso fiquei. Espero vê-lo o mais breve possível...´

Abraço Sentido

10:15 PM  
Blogger Acqua di Ju said...

No final da sessão houve aquele silêncio... ninguém se levantou de repente, toda as pessoas ficaram viradas para si próprias e para o pano escuro da tela. Eu também! Quando isto me acontece o resultado é um eco de imagens e sons na miha cabeça e coração que se arrasta durante dias!

12:00 AM  
Blogger Pedro Gamboa said...

Não sei porque, mas acho que vai ser o melhor filme do ano de 2006.

Um forte abraço

12:27 AM  
Blogger lisa said...

Espero conseguir vê-lo.

Beijo.

12:24 PM  
Blogger as minhas palavras said...

Ola!
Obrigada pela tua visita ao meu blog e pelas tuas palavras!

Quanto ao filme nao vi mas estou curiosa!
Um beijo..
palavras...

2:38 PM  
Anonymous pipoka23 said...

Ah tambem tenho outros dois blogs..
www.avidapipoca.blogspot.com
www.umamorsecreto.blogspot.com

Visita e espero que gostes!
:)

3:08 PM  
Blogger Vera said...

Brad Pitt? Tenho que ver!!! Não só por ele, mas porque também me despertaste a curiosidade (ok... ele também ajuda)!

Beijinhos

5:31 PM  
Blogger Mais Vale Só Que Mal Acompanhado... said...

Boa noite

uma história que já por si se enreda noutras...

Ou por outra palavra... a Vida?...

A descrição abre o apetite. Apesar da falta de tempo vou tentar ver.

Abraço

3:02 AM  
Blogger Mais Vale Só Que Mal Acompanhado... said...

Em jeito de resposta, algo que pus no meu blog...

Cinema grego com banda sonora espectacular

3:09 AM  
Blogger kurika said...

Pierrot...Bom dia e Bom Ano:

Vi Babel...Gostei muito.

Descreves perfeito...acrescento a imagem da China crescente em termos económicos, e sociais "ocidentalizados".

Dá que pensar...

...às vezes uma simples atrocidade pode causar conflitos tão graves...

Um grande beijinho

9:18 AM  
Blogger MJ said...

Boa tarde, Pierrot :-)

Vim visitar o blog, aconselhada por uma amiga.
Só li o 1º post. Quando tiver mais tempo, voltarei para ler mais.

Este filme é uma óptima sugestão para o fim de semana que está mesmo à porta.

Vou tentar vê-lo.

Abraço

5:02 PM  
Blogger veritas said...

Olá Eugénio:

Ainda bem que li o teu post. Estava indecisa na visualização deste filme para este fim-de-semana. Ajudaste-me a decidir.
Desejo-te um óptimo fim-de-semana.

Bjs.

12:57 PM  
Blogger Thalassa said...

Vi o filme, infelizmente numa sala vazia. Gostei muito do filme. Marcou-me. Como uma coisa estúpida que fazemos sem nos aperceber, pode mudar por completo as nossas vidas. Ainda bem que existe o perdão, mas apesar de le existir às vezes não chega.

4:33 PM  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Segunda feira lá estare na sala de cinema, Eugénio.

bjinhos

12:12 AM  
Blogger Maresi@ said...

Ola Eugénio... ainda nao vi o filme mas...esta recomendado...

Falaremos...

beijo suave____ Maresi@

7:17 PM  
Blogger aitb said...

olá outra vez... :)
sobre o orion: u were wrong... :P
hehehe
tratava-se de Vega q fica na constelação de lyra
au revoir
:)

1:41 AM  
Blogger Fúria das Águas said...

Eugenio eu estou usando o novo sistema de Eblog, o novo, logo que mudou, será que isso ia interferir nas entradas dos blogs?
Bom, aqui já não tive mais problemas pra entrar, espero que continue assim.
Um beijo e boa semana menino Eugenio.
Furia

10:55 AM  
Anonymous Mel said...

Meu amigo Pierrot,

Começo por te desejar uma excelente semana. Depois, agradecer as tuas palavras, lá na minha Noite (respondi-te lá mesmo, não sei se recebeste por e-mail).

Quanto ao filme, não vi, confesso. Da tua crónica, qua acabei de ler com atenção, ficou-me uma vontade imensa de ver... já anotei!

Vivemos num mundo a vários ritmos, e essa parece ser a mágica do filme.

Vi o 21 gramas... Um filme mt marcante, mesmo.
No meu Blog "O Melhor de Meldemim, Feiticeira" -www.magiademel.blogs.sapo.pt uso uma frase desse filme, como "imagem" do que pretendo daquele Blog ... dar espaço ao sonho e à Magia ... Sempre ...

Bom vir aqui tomar um cafézinho. Sentar plácidamente e ler estas crónicas...

Bom receber-te por lá, nas minhas Casinhas ... Desta vez não tenho música New Age para te oferecer, (na Noite), mas sim Clássica ... espero que gostes. Eu gosto muito!

Bjs d(a)e Mel

2:54 PM  
Anonymous su said...

Troca por troca: Apocalyto!! Marcante, forte, nú e cru...
Mas Babel será para breve para mim!

;)

Beijinhos aqui da Teia.

8:18 PM  
Blogger João JR said...

Eu adorava ver:)
Um beijo grande para ti

1:11 AM  
Blogger RealSmile said...

vi o filme e amei :)

um beijo da desaparecida, mas não ausente, RealSmile *

9:28 PM  
Anonymous su said...

Finalmente vi e AMEI... a banda sonora deixou-me perplexa tão perfeita se adequava em determinados momentos; aquela parte do helicóptero a levantar voo para Casablanca (hospital) a música é de levar lágrimas aos olhos!! Adorei rever certas paisagens marroquinas, o olhar do povo tão bem captado por este realizador...as histórias que se cruzam...a leve crítica social ao social americano...sem palavras. Saí com a sensação de qu voltaria a entrar na sala de cinema para o rever de seguida.
O tema da reconciliação é a chave.

Lindo!

8:17 AM  
Blogger Pierrot said...

Realsmile:

Que saudades tinha eu.
Gracias pela tua olhadela.
Bjos do saudoso, mas nunca esquecido :-)
Eugénio

12:15 PM  
Blogger Pierrot said...

Su:

Não poderia estar mais de acordo contigo...
A banda sonora é de facto de nos levar para bem longe.
Quanto ao mais, acho que conseguiste descrever ainda melhor que eu.
Bjos daqui e gracias
Eugénio

12:16 PM  
Anonymous su said...

Acabou por levar o Óscar de melhor Banda Sonora!
; )

xxx

Entretanto, "deixei" na Teia um filme do Festival de Cannes 2004, NINGUÉM SABE. Vi há dias porque mo ofereceram. AMEI, CHOREI...é daqueles que FICA. Conheces?!

Um beijo noctívago.

2:19 AM  
Blogger Pierrot said...

Su:

Merecidissimo não achas?
E que grande banda sonora que conta com gustavo santaolalla, entre outros, a minha ultima descoberta e paixão.
Não conhecia a tua sugestão mas lá irei ver, sem falta.
Bjos daqui
Eugénio

11:14 AM  
Blogger Flavyann Dee Flaff said...

As suas palavras foram bem precisas, gostei! Mas é possível analisar este filme sob o olhar de Durkheim, Marx e afins?
Um abraço.

5:34 AM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home