My Photo
Name:
Location: Porto, Portugal

Quando morrer, talvez tenha uma ideia formada sobre mim, se o destino me der esse luxo.

Friday, November 10, 2006

Sem ti!





Não sei se temos Anjo da Guarda... se existe alguém que olha por nós ou muito simplesmente se veste o rosto de alguém bem palpável que precisamos ter sempre ao nosso lado?
Seja como for, este poema é-lhe dedicado tal como a música que ouvi enquanto o redigi, Angel Gabriel dos Lamb.

Sem ti

Sem ti o vento sopra sem direcção
As marés perdem a força
E a terra gira noutra rotação.

Sem ti deixei de acordar todos os dias
Deixei de contar as horas perdidas
E a relva cresce no meu jardim
Sem que flores brotem novamente
Trazendo o teu cheiro a jazmim.

Sem ti o cansaço por uma vida vazia desliza pelo meu tempo
Como a lágrima que escorre pelo rosto de uma criança inocente.

Sem ti, de mim me esqueço
Numa luta em que depressa desfaleço
Sem fome e para sempre dormente
De uma dor que lateja
Numa cabeça exaurida
E numa alma vestida
De um negro indiferente.

Sem ti deixei de ser eu
E já nem cuido daquilo que foi meu.
Os vidros continuam partidos
Sujos e gastos no meio do chão
Calcados pelos teus pés
E ensanguentados pela minha mão
Porque sem ti já não consigo ser mais forte
Do que os ventos que me derrubam
E me lançam cego num gélido desnorte.

Sem ti o pecado chega enquanto os pássaros voam para longe
Levam os teus segredos sem saberem bem para onde
Sem ti moro fechado, augado por salpicos de maresia
Apagado sem amor e esquecido da minha alegria.

Eugénio Rodrigues – Outubro 2006
(foto de Rosalina Afonso)

53 Comments:

Anonymous temp_nua said...

Acho que sem os anjos nos sentimos assim mesmo, tudo se torna tão escuro e assustador. Se alguem se aproximar de vc pra te fazer o bem, esta pessoa deve ser um anjo de Deus, quem sabe atraves dela ele veio e te deu o que mais querias, paz, amor, carinho, um abraço apertado, um toque no rosto. Vou te contar um coisa que aconteceu comigo há algum tempo atras. Um dia eu estava precisando muito conversar com alguem, então me coloquei a rezar e a falar com meu anjo, no meio de minha oração vi um vulto branco passar do meu lado, senti um leve vento no rosto e um delicioso perfume de flor, não senti medo, apenas uma tranquilidade enorme. Há coisas que feitas com fé, fazem milagres, que nos fazem acreditar em fatos que, se não vivermos, é impossivel de acreditar.
Um beijo querido Eugenio.
Fica bem e mais uma vez um ótimo fim de semana.

8:15 PM  
Anonymous Anonymous said...

Há anjos os quais esquecemos de recordar e que se prestam mesmo assim a estar sempre à nossa beira: há anjos todos os dias, a amiga, a mãe, o pai, o irmão, o médico, o polícia, o vizinho do lado, o namorado, a mulher, o avô, o gato, o cão...o sorriso que cada um deixa dentro do coração, a marca da mão que ultrapassa o seu gesto quando nos toca a alma, a tatuagem das suas palavras quando fica além ou para além da pele...e o breve se troca por para sempre...

Há anjos de companhia que nos velam noite e dia e diz a velha prece que são uma doce companhia...

Há os anjos espirituais que nos são destinados um dia todos os dias da nossa vida.

O rosto de alguém... : )

Belo tema esse dos Lamb...já agora conheces o tema Gorecki do album Lamb?! Uma autêntica declaração...digna de um Pierrot à sua Columbina.

Sem o anjo ou sem o amor da sua vida...perde-se a cor do fato e a própria cor do coração...

Lindo mas lindo mesmo poema...ouve mais Lamb, meu amigo e escreve assim deste jeito!! ; )

Belo como sempre.

P.S. O teu Angel é lindo.

SJ

10:12 PM  
Blogger Nani said...

Eugénio,

obrigado por satisfazeres o meu pedido... Estava curiosa com este poema,confesso...

E estava há espera de algo especial... esperava bem... como sempre...

Bonito poema...

Fantástico...

Se soubesses como me encontro tantas vezes nos teus textos e poemas... Este e o que publiquei no meu "momento" são belissímos... para mim... Perfeitos. (Não sei se leste os comentários que nos fizeram...)E expressão, por vezes, exactamenteo que sinto...

Foi bom termos-nos "encontrado" por "acaso"...

Abraço

Nani

11:17 PM  
Blogger Maresi@ said...

Belo esse poema... palavras sentidas e "molhadas" por recordações...
Nostalgia..doces lembranças...

Beijo suave__Maresi@

12:10 AM  
Blogger Som do Silêncio said...

....e sem ti não tinha vivido este momento tão lindo, com um poema tão fantástico.

1:56 AM  
Blogger MARTA said...

Poema forte, mas nunca devemos desistir de nós próprios.
Mesmo que às vezes isso signifique falar com o nosso próprio ego...
Pecado será, talvez não fazer isso, não acreditarmos em nós.
Gostei muito, Eugénio.
Beijos e abraços, com cheiro a canela
Marta

11:26 AM  
Blogger sentidos said...

Um enquadramento perfeito este post. Que os Anjos no protejam e para sempre nos acompanhem..

Um Abraço...

10:08 PM  
Blogger Kalinka said...

CONVITE:

Vem hoje - domingo - para o Magusto.
Continuam as castanhas assadas à tua espera, nozes e figos secos também na mesa e, não poderia faltar a jeropiga.

Cá te espero. Beijokas.

1:50 AM  
Blogger João JR said...

Que os anjos estejam sempre contigo Eugénio..eu tenho a certeza que sim. Só acredita quem sente..
Belo post este..e marcante!
Beijinhos grandes

1:57 AM  
Blogger RealSmile said...

acredito que haja alguém/algo que nos acompanha/ajuda, eu chamo-lhe de estrela! :)
bonito poema, cheio de sentimento, como os primeiros que aqui li :) fui msm a primeira a visitar o teu cantinho, o que me traz sorrisos :)
jasmim.. é a flor que corresponde ao meu nome, uma bela flor portanto!
Beijo *

3:17 AM  
Blogger Isabel said...

Este teu poema meu amigo, confesso trouxe uma lágrima do coração ao meu olhar, trouxe tambem um arrepio que o meu anjo de imediato no seu abraço confortou.
O meu anjo é a miha avó que já morreu mas que está sempre comigo a guardar-me. Ela leu o teu poema aqui junto de mim e as duas achamos sublime.
Obrigada.

Deixei-te um desafio lá no meu sitio, gostava que aceitasses.

Gostava tambem de te pedir de novo que quando tiveres um tempinho leias a continuação da minha história "Começar de novo".
È que a tua opinião para mim é realmente muito valiosa.

Até breve e obrigada por falares nos anjos da guarda eu e a minha avó ficamos comovidas.

Isabel

5:38 PM  
Blogger Pedro Gamboa said...

Uma musica muito especial para mim.
Escreves lindamente, os teus poemas encantam.
Abraço Eugénio, não passo sem visitar a tua casa.

6:41 PM  
Blogger venus said...

mais um dos teus belos poemas. eu acredito que todos temos um anjnho da guarda...
passa no meu blog, tenho um desafio para ti.
beijos

6:59 PM  
Anonymous collybry said...

Temos sim,Angariar a sua presença...Que seja uma constante em Tua vida...Bjoca doce,Cõllybr

11:08 PM  
Blogger Miudaaa said...

Não sei que te diga... Nao sei mesmo. Sei que me revi em tantos sentires por ti expressos e emocionei-me por ti, por mim, por nós... que apenas queremos amar, amar, amar e amar, o amigo, o anjo da guarda, o sorriso, a flor, o rio...

ÉS LINDOOO!!

miudaaa_hoje_mascarada_de_columbina

12:42 AM  
Blogger Nani said...

Sem ti sou o que resta de nós
E se de nós nada resta
serei o que resta de nada!

Beijos de quem sorriu com lágrimas ao ler-te!

ps - Mas não é do nada que tudo nasce??? ;)

4:50 AM  
Blogger Som do Silêncio said...

Olá de novo!
Espero que já tenhas o artigo em teu poder (risos), e que faças bom uso dele!!!

Beijinhos

1:34 PM  
Anonymous Secreta said...

Um poema lindissimo ... ok ... gostaria de ter sido eu a escrevê-lo :D
Beijito.

2:20 PM  
Blogger Mina said...

Eu gostava de acreditar que sim, ele existe. É mais um sonho, mas sabe tão bem pensar assim...
Bela música, bonito poema.
Boa semana!

3:40 PM  
Blogger alfazema said...

Sem os anjos como tu o que seria de mim?
De facto,a vida deixaria de ter sentido.
Beijinhos daqui

6:13 PM  
Blogger Fúria das Águas said...

Tão pode, como deves sempre que quiseres.
Se não me engano no meu perfil vc consegue baixa-la pra vc, comigo deu certo, não sei se pra todos dá, se quizer tentar, fique a vontade, eu adoro ficar escutando-a, me sinto muito.
Um beijo querido Eugenio
Fica bem

7:39 PM  
Blogger mnemosyne said...

Palavras que se fragmentam na mente caleidoscópio cuja lente é um olhar que te desnuda assim tão docemente abrindo em leque a tua alma...muito sentido este teu poema Eugénio.
Um beijo terno na alma :)

8:38 PM  
Blogger Memórias de Um Sorriso Luso said...

Eu tenho , tu não?

Gostei do que li.Muito.


até...

11:13 PM  
Blogger Estranha pessoa esta said...

Adorei a photo.
Gostei ainda mais das linhas.
E fui à procura do som que falas.

..
Simplesmente delicioso.
Gostei muito.
..


Que tenhas sempre um anjo da guarda..
Espero que o tenhas.
Eu sinceramente não sei se tenho...
Sinto que não.
Mas, também... eu sou estranha ehhe Acho que os estranhos ainda não têm direito a anjos da guarda.. :P
Bem.. já estou aqui a divagar (que é como quem diz a parvar)... :P

Um abraço enorme para ti.
**

5:56 AM  
Blogger alfazema said...

Bom dia amigo anjo.
beijinhos

6:57 AM  
Blogger lisa said...

É bom acreditarmos e eu acredito que tenho um anjo...meu anjo da guarda.
Como sempre adorei ler-te.

Beijo.

11:53 AM  
Blogger Vera said...

Querido Eugénio, que comovente. Conseguiste emocionar-me, de facto.
O poema é... divino!
Um beijo com muito carinho! A ti e ao teu grande Anjo!

2:54 PM  
Blogger cinza said...

Basta dizer cometendo um erro ortográfico citando o texto "Senti"... A forma mais sincera de tocar essas asas de escrita..

3:50 PM  
Anonymous Luigi said...

Se nós estivermos dispostos a vê-los, então acreditaremos que eles existem.
Quando nos amgoamos, ou quando somos magoados eles estão lá para nos confortarem.
Parece uma ideia sonhadora, cabe a cada um aceitá-la ou ignorá-la

12:18 AM  
Blogger Estranha pessoa esta said...

Vim novamente ler e sentir estas linhas...

..
Um abraço grande para ti Pierrot daqui

1:45 AM  
Blogger missixty2000 said...

Sem esse "alguém" tudo parece perder o sentido e o brilho!Até levantar de manhã nos é penoso!
Alguém partiu, mas eu voltei e espero que hoje te ajude a sorrires um bocadinho!
beijinhos :)))))

11:20 AM  
Blogger MARTA said...

Claro que sim, obrigada.
Espero que as minhas "manias" não te tenham "assustado"....
Obrigada pela visita - és sempre muito bem-vindo.
Beijos e abraços
Marta

2:01 PM  
Blogger Xanusca said...

Por acaso não sou crente, mas já me ocorreu por vários vezes que se houver eu tenho um de certeza.
Pelo menos a julgar pela quantidade de asneiras que faço e das quais me safo sempre!
É caso pra dizer: "O meu santo é forte!"

4:09 PM  
Blogger .*.Magia.*. said...

O nosso anjo da guarda é uma energia que guardamos em nós...Precisa de ser alimentado de sorrisos e forças positivas para nos proteger das intempéries!

Até outra magia!

4:35 PM  
Blogger Zélia said...

Temos sim um anjo da guarda que nos protege contra o mal... eu acredito que sim...:9
A música dos Lamb, fantástica, é linda :)
O poema, fantástico como sempre :)

Tens um post dedicado a ti no meu blog :)

Bjinhos :)

6:28 PM  
Blogger Betty Branco Martins said...

Olá Pierrot

Mesmo sem ser convidada, vim conhecer a tua "casa" que adorei todos os seu cantos.

Se não te importares voltarei:))

Beiijos com carinho

7:20 PM  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Pois sem palavras...está tudo sublime..

o poema, a foto, a musica dos lamb(ouvia a ao vivo na aula magna)...acho que se está muito bem aqui contigo.

bjinhos

8:34 PM  
Blogger Nani said...

Eugénio,

tenho passado os fins-de-semana todos agarrada a livros e papeis... (sim, porque o fim-de-semana é para descansar!!!). Então, para ver se me conseguiam arrancar de casa, perguntarm-me de queria ir a algum lado...
A única coisa que respondi é que queria ir ver o mar... mar ou rio... água... o por-do-sol...

Levaram-me a ver aquela bonita paisagem em Alcochete... à beira rio... onde ainda é possivel ouvir um pouco de silêncio e cheirar um pouco o cheiro do mar... que bem que me soube... à tanto tempo que não tinha um momento assim...

Abraço enorme...

Nani

9:05 PM  
Blogger Luna said...

:) Sou da opinião, se acreditar que uma pedra me protege, de facto ele vai se tornar minha protectora...

Acredito em forças que nos apoiam e nos dão alento..
jinhos

11:51 PM  
Blogger Sereia Azul* said...

Aqui cheguei nas ondulações da minha alma...e fiquei feliz por ter encontrado este cantinho.

Creio que todos temos um Anjo da Guarda...há aqueles que o são revelando a sua amizade e amor incondicional...são os amigos verdadeiros!
Hoje, eu sinto que os perdi, na verdade, talvez nunca os tenha encontrado e o vazio instalou-se dentro de mim.

Uma brisa de mar no teu coração...

Sereia Azul*

3:51 PM  
Blogger Fúria das Águas said...

Oi querido Eugenio, vim deixar-te um beijo e avisar que atualizei o Fúria. Um beijo
Fica bem.

4:22 PM  
Anonymous temp_nua said...

Ai esta tão frio e aqui tão quente, acho melhor andar nua por aqui mesmo kkkkkkkkkkkk.
Um beijo
Temp_Nua

4:25 PM  
Blogger Som do Silêncio said...

Vim ler de novo....gosto bastante.

Beijo

10:21 PM  
Blogger kurika said...

Conforta-me a ideia de um anjo da guarda...nem que seja só no pensamento!!!

Bonita a tua casa...cheia de ternura e sensibilidade...

Bjs

11:01 PM  
Blogger AnaGarrett said...

Todos nós em algum momento da vida temos um Anjo a guardar-nos.

Beijos

12:15 AM  
Blogger Kalinka said...

olá Eugénio
Pois, eu também não sei se temos Anjo da Guarda... mas que existe alguém que olha por mim, isso sinto que existe sim...

o poema é maravilhoso.Parabéns.

Faço-te um «desafio», se és curioso vai lá espreitar.
Beijokas.

1:17 AM  
Blogger Pierrot said...

Temp_nua, esse aroma tão brasileiro!

Susana Júlio, tens razão, o meu angel é qualquer coisa. Saudades...

Nani, a poeta triste mas linda.

Maresia, e vão "duas nostalgias" plenas de sensualidade.

Som do Silêncio, e sem ti tudo seria diferente. Volta sempre como se fosse a 1.ª vez...

Marta..., uma Rosa.

Sentidos, um poço de sensibilidade.

Kalinka, todos temos um anjo, eu acredito.

João Jr, a minha nova amiga, um novo anjo que paira por cá.

Realsmile, a beleza transformada em palavras :-)

Isabel, um talento enorme com textos tão grandes quanto bonitos.

Pedro Gamboa, um autêntico mestre, um exemplo a seguir.

Venus, a força das palavras. Beleza ímpar na tua caneta...

Collybry, um bambi neste cantinho.

Miudaa, tenho-te como o meu "pequeno" anjo :-)

Nani Pinto, a doc mais catita e apaixonada que conheço :-)

Secreta, e eu gostaria de escrever tudo que sai da tua pena. Coração e sensibilidade do tamanho do mundo tens tu.

Mina, o coração com redeas que já pertence a este cantinho.

Alfazema, e sem os teus textos carregados de historia e amor, o que seria de mim, de nós.

Mnemosyne, um portento de linguistica, de paixão, de garra. Um talento que merecia mais do que a blogosfera

Memórias de um sorriso luso, tenho, claro que sim. Tão certo como ter descoberto o teu cantinho.

Estranha pessoa esta, dizes sempre o que te vem à "flor da pena". E não estás a parvar, descança, estás-me a deliciar.

Lisa, claro que tens. Seguro e por certo de um sorriso enorme tão algarvio :-)

Vera, é uma honra emocionar a poetisa.

Cinza, já percebi como "sentiste". Já me explicaste... e que bonita é essa terra tua.

Luigi, é uma ideia sonhadora de facto mas palpavel, tal como a tua obra.

Missixty, sorrio contigo e para ti, claro que sim. Gostei :-)

Xanusca, e o teu anjo é tão forte como tu, seguramente, se é que isso é possível.

Magia, a enfant terrible da blogosfera. Se soubesses como o teu "anjo" me diverte... ;-)

Zélia, e podes igualmente tomar este anjo como dedicado a ti em forma de agradecimento e retribuição pelo teu gesto.

Betty branco martins, adorei a tua surpresa. Volta sempre.

As velas ardem até ao fim, que enorme surpresa tu representaste. E eu estou bem contigo.

Sereia azul, a outra surpresa...
Vieste nas ondulações e eu no meu Porto te recebi.

Luna, outra força da natureza na arte de bem escrever. Também eu acredito luna...

Furia da aguas, lá irei, eu e o anjo ;-)

Kurika, e essa ideia se calhar chega não. O que não chega é ficares por aqui, volta sempre minha nova amiga.

Anagarrett, que saudades...há quanto tempo...um anjo que nos guarda, um anjo que regressa.

Carissimos amigos, a todos vcs um muito obrigado e espero que vos tenha "divertido". Voltem sempre.
Bjos a quem é de bjos e abraços a quem é de abraços...

Como diria uma amiga, de um Pierrot daqui
Eugénio

11:31 AM  
Anonymous melinha said...

eu acredito q tds temos um anjo da guarda...o poema ta maravilhoso! parabens

4:44 PM  
Blogger Pierrot said...

Melinha:

Gracias pelo teu carinho :-)

Bjos daqui
Eugénio

11:11 AM  
Blogger mni said...

um beijo para ti, Eugénio. saudades.

1:04 AM  
Blogger Pierrot said...

Gracias Mni.

Também eu tenho saudades de ti, de mim, de todos vocês.
Bjos daqui de longe
Eugénio

2:17 PM  
Anonymous Anonymous said...

...hoje senti-me assim ... tal como tu te descreves neste poema...
sem ti , senti isso tudo...porque te perdi...e nem te tive...
beijos... do teu arco-íris...

7:56 PM  
Blogger Pierrot said...

Verdade "Anónima" Arco Iris.
E o pior que nos pode acontecer é perder sem sequer ter tido.
Esta observação tua faz lembrar o filme Cidade dos Anjos.
Ele ousou...
Ele desafiou...
Ele quis...trocar o infinito, a eternidade, por um minuto, por uma ocasião.
Pena nem todos sermos assim!
Bjos daqui
Passa por cá sempre que quiseres.
Pierrot

6:01 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home