My Photo
Name:
Location: Porto, Portugal

Quando morrer, talvez tenha uma ideia formada sobre mim, se o destino me der esse luxo.

Tuesday, March 13, 2007

Solidão




Reponho aqui uma vez mais, algo que já postei, pensando nos mais velhos.

É um tema que me é muito sensível e do qual guardo o maior dos respeitos.

Espero que vos traga algo tal como me trouxe brutalmente esta foto.



Solidão


A Solidão é um estado de alma.
Não adianta quantas pessoas nos rodeiam,
Porque só uma verdadeiramente nos interessa,
Só a escolhida tem a panaceia para os nossos males.


A tristeza e a infelicidade pairam nos espíritos,
Contagiam e destroem tudo o que os rodeia,
Trazem as trevas, o deserto e a penumbra,
Sem misericórdia por aqueles que se lhe atravessam.


(...)


A Solidão não quer amigos nem comiseração
Apenas a solução para fugir de si própria
A solidão é egoísta e destruidora
De todos aqueles que tentam ajudar em vão.


O destino é queimar a consciência
È a letargia que tudo anestesia
È a amnésia que tudo esquece
È a morte que tudo acaba.


O futuro em nada interessa
A felicidade corrói e espeta
Tudo o que se vê aborrece
Onde quer que se esteja está-se sempre longe.


(...)


A amargura não tem limites
È como uma dor que cresce dia após dia
É sentimento que transforma a vida
Num rosário infindável de tédio e desnorte.


(...)


Os dias passam a ser números soltos no calendário,
Que se riscam sem glória ou distinções
As pessoas são estranhas caras e feições
Que em nada ajudam porque em nada nos entendem.


E surge a indomável vontade de por um fim a tudo
Mesclado com a falta de coragem para desaparecer
Para extinguir a triste e dolorosa consciência,
De que ainda faltam anos de solidão para viver.


Eugénio Rodrigues

(foto de autor desconhecido)

Sugestão musical - Deportation Iguazu de Gustavo Santalaolla

66 Comments:

Blogger CM said...

Olá, Eugénio

Sabes, que tenho medo da solidaão!
Aliás, penso que é um medo que quase toda a gente tem...

Mais uma vez as tuas palavras fazem-me companhia, beijo Eugénio

7:58 PM  
Blogger aitb said...

o q vou dizer é triste..

mas, de facto, identifico-me completamente com o q escreveste.. o triste é q eu procuro a solidão...

mesmo tendo afectos, carinho e amigos q me procuram.. protejo-me na solidão.. é como uma espécie de intervalo q tenho q fazer.. para me reparar emocional e mentalmente.

"A Solidão não quer amigos nem comiseração
Apenas a solução para fugir de si própria
A solidão é egoísta e destruidora
De todos aqueles que tentam ajudar em vão.

O destino é queimar a consciência
È a letargia que tudo anestesia
È a amnésia que tudo esquece
È a morte que tudo acaba."

estas frases descrevem muito de mim...

por vezes preciso da solidão.. mas acabo sempre a lamentar-me pelos danos q causo... :(

sorry pelo desabafo..

gostei mto das palavras

au revoir

11:22 PM  
Blogger NARNIA said...

A Solidão MATA!!!


Beijinho Menino Eugénio

2:12 PM  
Blogger Alequites said...

Ops! Alequites é a união do meu nome: Alessandra Quites.
E sobre a SOLIDÃO, tenho tanto ou nada para falar...
Sei que é um complexo, que mora dentro de nós até mesmo quando estamos em uma multidão.
Estar só não é solidão, solidão é se sentir frágil, rejeitado, frustado ou impotente.
Estar só por vezes é bom.
Beijos*

5:08 PM  
Blogger Pierrot said...

Cm:
E quem não tem medo da solidão, principalmente quando esta é imposta.
E também representas uma boa companhia para mim
Bjos daqui
Eugénio

5:21 PM  
Blogger Pierrot said...

Aitb:

Não tens nada que pedir desculpa
A solidão, como tanta coisa na vida, pode representar coisas diferentes para cada um. Para ti, representa toda essa trsiteza e até uma certa tendência voluntária, pelos vistos...
Eu por vezes aprecio a solidão, mas confesso que me assusta um pouco também.
Bjos daqui
Eugénio

5:23 PM  
Blogger Pierrot said...

narnia:

Sem dúvida.
Acrescentaria que depende da sua dose ;-)
Bjos daqui
Eugénio

5:24 PM  
Blogger Pierrot said...

Alequites:

Aaaah, fez-se luz sobre o nome.
Livra ;-)
Gracias pelos teus comments.
Estão fantásticos e bastante enriquecedores.
Bjos daqui
Eugénio

5:26 PM  
Blogger Fernanda said...

Olá
É difícil a solidão...
Penso que todos já a sentimos...
O melhor... apoiarmos... quem vive nessa situação...

Bjs

7:50 PM  
Blogger *Clara* said...

Solidão é perder para sempre sua alma e procurá-la em vão!

8:00 PM  
Blogger aitb said...

sim.. é voluntária sem dúvida.
é uma forma de ser... preciso de estar comigo de vez em qdo...

e estou.. mesmo em presença de outros, consigo estar sozinha.

estranho não é?

não ligues.. lol

au revoir

1:11 AM  
Blogger Pierrot said...

Fernanda:

Apoiar e saber como faze-lo pois nem sempre quem está só sabe verdadeiramente que está só...
Bjos daqui
Eugénio

10:45 AM  
Blogger Pierrot said...

Clara:

Lindo
Sem palavras...
Gracias por teres passado por aqui.
Sê bem vinda.
Bjos daqui
Eugénio

10:45 AM  
Blogger Pierrot said...

Aitb:

Não, não é nada estranho, mesmo nada acredita.
Tantos rostos, tantas mãos, tantos abraços e no entanto, tão sozinhos que por vezes estamos...inclusive num sentimento.
Bjos daqui
Eugénio

10:46 AM  
Blogger MARTA said...

Foto brutal de uma realidade deprimente!
Quanto à solidão em si, há vários tipos, eu sei, porque no fundo e por razões várias, sou uma solitária. Aprendi a aceitar e a viver com isso e sou mais feliz.
Embora goste muito de estar com os meus amigos e adoro rir, conversar, brincar mas há uma parte de mim que está sempre só. Uma contradição???
Obrigada pela resposta ao meu desafio.
Beijos e abraços
Marta

11:42 AM  
Blogger Pierrot said...

Marta:

Não, contradição não.
Todos somos um pouco de tudo e ninguém é 100% de nada...
Bjos daqui
Eugénio

12:32 PM  
Blogger lisa said...

Aqui está um tema que infelizmente para muitos existe.
Não gosto da solidão, amedronta-me.

Beijo.

4:24 PM  
Blogger MARTA said...

Olá, passei para te dizer que a minha versão do desafio já lá está.
Beijos e abraços
Marta

5:05 PM  
Blogger ju said...

Nem mais solidão é mesmo um estado de espírito.
Eu detesto a solidão e dou por tudo para combatê-la quando porventura ela se aproxima de mim e quer permanece.

Beijo grande

7:14 PM  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Porque os mais velhos??

Tanta coisa aqui me diz tanto..

bjos

10:40 PM  
Blogger redonda said...

Assustador.

Li-o a 1ª vez e não escrevi nada.
Agora voltei para ler de novo e escrever alguma coisa.
Penso que se te interessares, vais gostar muito de arte por toda a sensibilidade que revelas no que escreves.

10:57 PM  
Blogger redonda said...

"Sorry", vinha só corrigir uma palavra no anterior comentário, não é "arte" que está em causa, mas "pintura" :)
(porque a arte abrange muito mais e só quanto à pintura é que se calhar podes vir a gostar mais...)

11:05 PM  
Blogger João JR said...

Olá amigo...parabéns pela forma sábia com que abordáste este tema, está excelente!

Eu acho que só quando aprendemos a lidar com a solidão podemos dizer que sabemos dar valor às melhores coisas que a vida tem para nos dar. É na solidão que crescemos, e como! Mas nem todos sabem lidar bem com ela, é certo. É uma grande prova de fogo, e quem a passa adquire uma sabedoria muito além..

UM grande beijinho daqui

1:28 AM  
Blogger sónia said...

"A Solidão é um estado de alma.
Não adianta quantas pessoas nos rodeiam,
Porque só uma verdadeiramente nos interessa"...

e é por isso que se essa pessoa nos falta falta-nos td o resto, mas apenas uma coisa fika...
a solidão!

bjinhos e bom fim semana

11:26 AM  
Blogger Memórias de Um Sorriso Luso said...

Ora aqui está um tema intrigante.
A solidão tem muitas caras. Pode ser procurada para beneficio próprio, causada por abandono,pela velhice onde vão desaparecendo os amigos, a familia.A que me incomóda mais enquanto espectadora é a da inocência.Esta-se só, sabe-se que se está, sabe-se porquê, mas não se entende o motivo.Falo óbviamente dos meus meninos daqui.Por isso decidi ser parte integrante da mininuição desse estado angustiante , se não for de todos(por incapacidade minha claro) pelo menos de alguns.

Obrigada pelo teu comentário lá no meu sitio.

Beijinho

3:26 PM  
Blogger Pierrot said...

Lisa:

E a quem não amedronta?
Bjos daqui
Eugénio

5:08 PM  
Blogger Pierrot said...

Marta:

Lá irei amiga.
Bjos daqui
Eugénio

5:09 PM  
Blogger Pierrot said...

Ju:

Solidão é isso que sentes...
É disso que falo
Bjos daqui
Eugénio

5:10 PM  
Blogger Pierrot said...

velas:

Sim, não são só os mais velhos, é verdade...
Bjos daqui
Eugénio

5:10 PM  
Blogger Pierrot said...

Redonda:

Não te assustes...
A sério...
Quanto à pintura, não vai ser fácil não!
Bjos daqui
Eugénio

5:11 PM  
Blogger Pierrot said...

Redonda:

Eu percebi ;-)
Bjos daqui e gracias
Eugénio

5:12 PM  
Blogger Pierrot said...

João Jr:

Eu diria mais...
Quem a aprende
Quem a conhece e a contorna, fica imune a ela...
BJos daqui
Eugénio

5:13 PM  
Blogger Pierrot said...

Sónia:

Pois, a solidão aparece muitas vezes dessa forma...
Bjos daqui
Eugénio

5:14 PM  
Blogger Pierrot said...

Memórias:

Entao se o fazes já estás a contribuir com algo deveras importante. Bem hajas
Bjos daqui
Eugénio

5:14 PM  
Blogger Betty Branco Martins said...

Querido Amigo

A solidão é atroz - principalmente para com os idosos

Os próprios familiares abandonando-os sem qualquer respeito e carinho ou restea de amor - como se trastes velhos se tratassem.

Magnifico o que escreves

Beijinhos com carinho
BFsemana

6:38 PM  
Blogger Viola De Lesseps said...

Não gosto da palavra solidão. . .assusta-me. . .quantas vezes mesmo rodiada de tanta gente me sinto sozinha. . . porque será?

Beijos

Viola L.
xx

6:51 PM  
Blogger Fúria das Águas said...

Gosto de estar só, com meus sonhos, com meus pensamentos, mas não quero que isso seja imposto, quero que seja sempre uma escolha minha.
Um beijo menino Eugenio.
Fica bem
Furia

12:22 PM  
Anonymous Mel said...

A Solidão... sabes, querido Eugénio, existem momentos em que a busco, ela me é tão necessária quanto o silêncio...
Necessito de me olhar a mim mesma, me equacionar, me (re)encontrar... e, contudo temo-a.
Um dia uma pessoa muito importante na minha vida, olhou-me bem nos olhos e disse-me "A "Mel" tem medo de estar sózinha, de ficar sózinha...".
Na altura sorri apenas e não confessei que me havia lido por dentro da alma ...
Sim , tenho medo da solidão. Mas o que me mata na realidade é "a solidão acompanhada"...

Foi um desabafo!
***
Do teu poema, hoje e uma vez mais, te digo: És poeta! Poeta com "P" grande!

Hoje sou eu que não tenho inspiração, que estou vazia e oca e nada sai de jeito! Não tento sequer seguir-te ...

Deixo-te aqui um abraço sem braços, um abraço na distância, na virtualidade, mas um abraço sentido!

Mel

3:49 PM  
Blogger cruelenelcartel said...

A solidão é realmente um problema muito dificil de resolver. Um mal necessário? Um bem necessário? não sei...MAs sei que é bom que alguém nos toque ainda que seja com uma mensagem cibertnética...
bj

8:55 PM  
Blogger vida de vidro said...

A solidão é um mal da alma. No caso dos idosos é ainda mais terrível pois coincide com aquela altura da vida em que todos gostaríamos de ter os que amamos connosco. Tocante, o teu texto. **

10:12 PM  
Blogger Kalinka said...

This comment has been removed by the author.

12:02 AM  
Blogger Kalinka said...

Olá Eugénio
Este assunto sempre tão forte nas nossas Vidas. A Solidão MATA.
Sempre ouvi dizer e cada dia acredito mais nisso; e, eu que vivo uma triste vida de solidão!!!

Mas...
bom, bom, é ir de férias:
ri-me, diverti-me, tentei pôr o sono em dia, e...principalmente não pensei no trabalho.
férias ideais? Se uns encontram energia nas viagens, outros preferem relaxar à beira-mar e mexer-se o menos possível.

Eu... fiz 1000km em 3 dias de viagem, pelo sul de Portugal. Passeei de carro e a pé, descobri lugares lindos e apaixonei-me pela Natureza, cada vez mais.

Já que estava c/a mão na massa...eheheheheh, tirei 88 fotos digitais e outras 48 da máquina antiga.
Vou ter muito material fotográfico para os próximos posts.

Bom fim de semana.
Beijitos.

12:02 AM  
Blogger  said...

Olá, estou a conhecer novos blog afim de novas amizades, dx aqui um convite para meu blog, bom fim de semana.

12:59 AM  
Blogger veritas said...

Olá Eugénio:

Sim é um estado de alma, mas solidão é uma coisa, abandono outra bem diferente, sou sensível aos dramas dos idosos. Mas a velhice também não é o único estádio da vida em que se é susceptível ao abandono...

Bjs para ti e votos de um excelente fim de semana.

12:10 PM  
Blogger Vladimir said...

para si o que é o destino?

1:44 PM  
Blogger Márcia said...

Ainda bem k a Nani me deu a conhecer o teu cantinho...

Muito bonito, os meus parabéns...

8:57 PM  
Blogger Kalinka said...

Olá Amigo
temos andado longe um do outro, mas quero retomar o meu hábito de te visitar todos os dias, caso me seja possível.
Há 2 anos, escrevi:
«Início de uma nova Vida».
Faz amanhã - dia 20, 2 anos que comecei a dar os primeiros passos no Mundo da Blogosfera.

Escrevi:
«Se aqui estou devo-o à minha sobrinha, que me ajudou a criar este blog... não imagino com que frequência virei cá escrever, mas...estou feliz por poder ter algo meu onde posso conviver, partilhar e apenas «estar»...!!!»
Ora pois, ao fim deste tempo todo, estou cada dia mais empenhada em partilhar o meu espaço com todos os Amigos virtuais que por aqui descobri.
Convido-te, amanhã, para a festa do 2º aniversário.

Beijos e abraços.

5:12 PM  
Blogger Pierrot said...

Betty:

Gracias pelos encómios e se bem que a solidão não é exclusiva da velhice, é com a ideia nela que estas palavras sairam...
Bjos daqui
Eugénio

6:36 PM  
Blogger Pierrot said...

Viola:

Talvez porque o sofrimento de algo é sempre um acto solitário...
Bjos daqui
Eugénio

6:36 PM  
Blogger Pierrot said...

Furia:

Esse é a busílis da questão...o dominar da solidão e conseguir tempera-la a nosso gosto...
Bjos daqui
Eugénio

6:37 PM  
Blogger Pierrot said...

Mel:

Como sempre, um enorme sorriso para ti.
Também concordo que a solidão acompanhada nos possa fazer mal, tão mal quanto a outra...
Gracias pelas tuas bonitas palavras e não menos pelos não menos queridos elogios.
Bjos daqui
Eugénio

6:39 PM  
Blogger Pierrot said...

Cruel...:

Pois, até essas sabem bem por vezes...
Quando se está só imagino que tudo conte.
Bjos daqui
Eugénio

6:40 PM  
Blogger Pierrot said...

Vida de vidro:

Gracias pelos elogios.
Sabe sempre bem ao ego.
Ainda bem que gostaste.
Bjos daqui
Eugénio

6:41 PM  
Blogger Pierrot said...

Kalinka

Lá irei então apreciar as tuas recordações fotograficas.
Bjos daqui
Eugénio

6:41 PM  
Blogger Pierrot said...

Fá:

Se benvinda.
Espero que gostes deste espaço.
Sobre o teu, lá irei cuscar concerteza.
Bjos daqui
Eugénio

6:42 PM  
Blogger Pierrot said...

Veritas:

Claro que não.
A solidão não é exclusiva da velhice...
Basta olhar para a rua, à noite...
Bjos daqui
Eugénio

6:43 PM  
Blogger Pierrot said...

Vladimir:

Lá irei responder, sem falta
Abraço
Eugénio

6:44 PM  
Blogger Pierrot said...

Márcia:

Sê bem vinda aqui a este cantinho
Espero que gostes pois se és amiga da nani, então és boa gente ;-)
Já tentei aceder ao teu espaço, mas não tem nada :-/
Bjos daqui
Eugénio

6:45 PM  
Blogger Pierrot said...

Kalinka:

Irei com muito gosto ver esse teu 2.ª aniversário.
Bjos daqui
Eugénio

6:46 PM  
Blogger Narcisus said...

Foto soberba, essa!

A Solidão não afecta só os mais velhos.

A Solidão apossa-se de qualquer um de nós independente da idade. E quando chega vem sempre de mansinho faz-se nossa amiga promete-nos paz e reflexão mas quando menos esperamos afunda-nos!

10:02 PM  
Anonymous su said...

...solidão...ausência de palavras...extrema solidão quando nem elas o sabem transmitir porque também elas nos abandonaram quando nos abandonamos a nós mesmos...algures por ali...

Um beijo (in)solido...aqui da Teia.

1:21 AM  
Anonymous Secreta said...

Solidão ... na minha opinião o pior sentir que podemos ter.
Por vezes esse sentimento , esse estado de alma deixa-nos completamente sem reacção , sem saber o que fazer para mudar esse sentir em alguém.
A solidão é multifacetada e nem sempre sabemos agir da melhor forma.
Beijito.

10:53 AM  
Blogger Pierrot said...

Su:

E quando até as palavras nos abandonam, aí batemos no fundo.
Bjos daqui
Eugénio

1:16 PM  
Blogger Pierrot said...

Secreta:

Gracias por teres passado por cá e deixado marcada a tua presença desta forma.
Bjos daqui
Eugénio

1:17 PM  
Blogger inBluesY said...

aqui tocas em dois temas nobres: solidão e idade.

num tempo distante senti o q é estar acompanhada e só, ao mesmo tempo.

foi um marco na minha vida.

e a idade é algo que admiro, pela ternura, encanto e tudo que deviamos respeitar e ouvir.
[a]prender .

com todo o coração.

8:37 PM  
Blogger Pierrot said...

Inbluesy:

O meu maior respeito pela tua partilha...
Bjos daqui
Eugénio

6:35 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home