My Photo
Name:
Location: Porto, Portugal

Quando morrer, talvez tenha uma ideia formada sobre mim, se o destino me der esse luxo.

Monday, June 19, 2006

Tão perto e ao mesmo tempo tão longe



Tão perto e ao mesmo tempo tão longe.
Tão próximo da nossa mão, e tão distante da nossa vista.
Tão nítido na nossa alma e tão desfocado na nossa percepção.
Se vemos tudo tão claro, porque deixamos fugir a definição das linhas da nossa vida, algo tão claro e luzidio e no entanto, tão misterioso?
O caminho é muito longo e só vislumbramos a distância da nossa passada.
Tudo o que alcançamos com a mão, escapa-se aos nossos desejos.
Saltas de passo em passo, ora mais alto, ora para o lado, ora tropeças, ora escorregas e ora voltas a subir, mas sempre com o ensejo de continuares até chegares ao teu destino, que, se ainda escapa aos teus olhos, bem certo está no teu sorriso e no teu coração.
Eugénio Rodrigues
(foto de Rosalina Afonso)

9 Comments:

Blogger RealSmile said...

dizem que tudo vem no seu momento.. talvez seja isso..
msm sentindo perto talvez não estejamos preparados para o vermos dessa forma..
ou será porque temos o dom de complicar o simples..?
fica ao critério de cada um..
*

10:23 PM  
Blogger SerendipityMan said...

Junta-se o poeta à fotógrafa...e aqui está! Assusta-me essa inibição dos limites,sabes? Já me vi na situação de que falas no texto. Abr!

1:09 AM  
Blogger Sophie said...

É como procurar o que não existe, mas encontrar apenas o que existe...
Lindo!
Vou voltar a este espaço mais vezes.
Beijos,
Sophie

9:34 AM  
Blogger Pierrot said...

Nós só vivemos complicando o que é simples. Nós só estamos bem onde não estamos. Só queremos estar com quem não podemos estar...
Este é um autêntico silogismo do Homem...
Obrigada Realsmile.
Bjs
Eugénio Rodrigues

1:12 PM  
Blogger Pierrot said...

À inibição dos limites eu chamo de medo que veste a capa da vulgar consciência ou do bom senso. Quantas vezes preferi não te-la...
Quantas vezes vou continuar a preferir não tê-la...
Gracias Serendipityman.
Abração
Eugénio Rodrigues

1:14 PM  
Blogger Pierrot said...

Sem dúvida Sophie, sem dúvida.
É como passar uma vida a procurar constantemente e descobrir que afinal caminhamos em círculos.
Volta sempre, mas sem ser em círculos... ;-)
Bjs
Eugénio Rodrigues

1:18 PM  
Blogger cinza said...

Em desencontro, o encontro... se fosse mais simples não teríamos o prazer de apreciar a verdadeira beleza de sentiment

2:53 PM  
Blogger Pierrot said...

Tantas vezes que encontramos os desencontros...e só nos apercebemos quando já não nos encontramos mais!
Gracias Cinza
Bjs
Eugénio Rodrigues

11:08 AM  
Blogger Jenifer said...

Boa tarde!
Pierrot, esta frase "Tão perto e ao mesmo tempo tão longe" veio de onde e quem a escreveu?
Grata,
Jeny.

5:58 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home